Cursos

A empresa oferece cursos envolvendo sistemas robóticos e embarcados com foco em aplicações para as áreas de educação técnica, industrial e serviços. O público-alvo: hobbystas, estudantes e professores do ensino médio técnico, além de alunos de graduação e técnicos de indústrias e empresas de serviços.

Os cursos podem ser oferecidos “In company”, isto é, realizados especificamente para uma empresa ou instituição de ensino em sua própria sede.

Informações detalhadas podem ser encontradas: http://www.xbot.com.br/help_cursos

Cursos para utilização das plataformas

Kid e Curumim: Conceitos e aplicações – Código CAK01

Objetivo: Permitir que o participante possa ter uma interação com robôs móveis de forma prática com o objetivo de assimilar os conceitos relacionados a robótica móvel. O curso inclui atividades com os modelos de robôs Kid e Curumim que permitirão aos participantes compreender como funciona e como controlá-los para realização de diversas atividades.
Diferencial: Aprendizagem na prática das funcionalidades das duas plataformas: Curumim e kid. Além disso, este aluno passará a fazer parte de um fórum na Internet que permite a ele ampliar a rede de relacionamentos e trocar informações técnicas com outros profissionais e com a equipe técnica da empresa.
Conteúdo: O curso está dividido em dois módulos. No primeiro módulo o foco é apresentar para o aluno as funcionalidades do Kid, como é realizada sua instalação e manuseio do software de controle. Também são executados alguns exercícios práticos para aprendizagem do funcionamento da plataforma. No segundo módulo o foco é ensinar como utilizar o Curumim, seu software tanto de blocos quanto o de programação em C/C++. Além disso, realizar alguns exercícios para aprendizagem do funcionamento da plataforma.
Carga horária: 8 horas (1 dia).
Período: 08:00hs às 12:00hs e das 13:00hs às 17:00hs (8 horas por dia).
Turma: Até 08 alunos.
Aula prática: Dois alunos por grupo.
Pré-requisitos: Conhecimentos de programação em C/C++ e noções de eletrônica.
Público-alvo: Estudantes nas áreas de computação, mecatrônica, eletrônica ou automação e controle. Que estejam buscando ter seus primeiros contatos com a tecnologia robótica e aplicações utilizando robôs móveis.
Competências desenvolvidas ao final do curso:
• Capacidade de programar o Kid;
• Capacidade de programar o Curumim tanto via bloco quanto via Linguagem C/C++;
• Capacidade de compreender a plataforma de hardware tanto do Curumim quanto do Kid;
• Saber instalar ambas as plataformas, seus drivers de comunicação e realizar testes de hardware.

Sci-soccer: Futebol de robôs para iniciantes – Código FRI02

Objetivo: O conhecimento adquirido permitirá aos participantes entenderem os conceitos que estão por trás do futebol de robôs e colocar para funcionar todo o sistema envolvido. O objetivo é permitir que cada participante possa ao final do curso saber jogar uma partida de futebol de robôs e gerar um algoritmo de estratégia.
Diferencial: Entendimento na prática de como funciona um sistema robótico para jogar futebol tanto da parte de hardware quanto da parte de software. Além disso, este aluno passará a fazer parte de um fórum na Internet que permite a ele ampliar a rede de relacionamentos e trocar informações técnicas com outros profissionais e com a equipe técnica da empresa.
Conteúdo: O curso está dividido em dois módulos. No primeiro módulo o foco é apresentar para o aluno as funcionalidades do Sci-soccer, como é realizada sua instalação em ambiente Linux (parte da câmera de captura e driver de comunicação) e manuseio do software de controle, além dos testes de hardware (movimento dos robôs, chute e drible; e comunicação entre o computador e os robôs). No segundo módulo o foco é ensinar como programar em linguagem C/C++ algumas estratégias e colocar os robôs para jogar uma partida de futebol.
Carga horária: 8 horas (1 dia).
Período: 08:00hs às 12:00hs e das 13:00hs às 17:00hs (8 horas por dia).
Turma: Até 08 alunos.
Aula prática: Dois alunos por time.
Pré-requisitos: Conhecimentos de programação em C/C++, noções de Linux e de eletrônica embarcada.
Público-alvo: Estudantes nas áreas de computação, mecatrônica, eletrônica ou automação e controle. Que estejam buscando ter seus primeiros contatos com a tecnologia robótica e aprender jogar futebol de robôs.
Competências desenvolvidas ao final do curso:
• Saber instalar o sistema Sci-soccer no Linux (câmera, software de controle e driver de comunicação);
• Capacidade de utilizar o software de controle e calibrar a câmera;
• Capacidade de programar um algoritmo de estratégia para jogar futebol;
• Jogar uma partida de futebol de robôs usando a plataforma Sci-soccer.

RoboDeck: Introdução e aplicações – Código RDI03

Objetivo: Permitir que os usuários entendam a arquitetura do robô (software e hardware), o funcionamento da giga de teste para plataforma windows, as formas de realizar a programação tanto embarcada (autônomo) quanto master-slave da plataforma, entendimento das funcionalidades dos módulos embarcados (sensores e atuadores) e, por fim, saibam programar e executar algumas aplicações que servirão de referência para modificações futuras por parte dos usuários.
Diferencial: Aprendizagem na prática das funcionalidades do RoboDeck. Além disso, este usuário passará a fazer parte de um fórum na Internet que permite a ele ampliar a rede de relacionamentos e trocar informações técnicas com outros profissionais e com a equipe técnica da empresa.
Conteúdo: O curso está dividido em três módulos. No primeiro módulo, o foco é apresentar para o aluno a arquitetura de hardware e software do RoboDeck e como é realizada a instalação e manuseio do software da giga de teste (windows). Também ensinar como realizar a programação dos robôs tanto na forma master-slave quanto na forma autônoma. No segundo módulo o foco é apresentar as funcionalidades de todos os sensores e aturadores, incluindo a transmissão de imagens digitais. Também a forma de programação dos módulos embarcados. No terceiro módulo serão desenvolvidos alguns exercícios práticos para aprendizagem do funcionamento da plataforma para que o usuário consiga, posteriormente, utilizar como referência para suas aplicações.
Carga horária: 16 horas (2 dias).
Período: 08:00hs às 12:00hs e das 13:00hs às 17:00hs (8 horas por dia).
Turma: Até 08 alunos.
Aula prática: Dois alunos por grupo.
Pré-requisitos: Conhecimentos de programação em C/C++, C#, noções de eletrônica e Linux.
Público-alvo: Pesquisadores e estudantes nas áreas de computação, mecatrônica, eletrônica ou automação e controle. Que estejam buscando aprimorar seus conhecimentos envolvendo tecnologia robótica e aplicações utilizando robôs móveis.
Competências desenvolvidas ao final do curso:
• Capacidade de programar o RoboDeck para aplicativos master-slave;
• Capacidade de programar o RoboDeck de forma autônoma;
• Capacidade de compreender a arquitetura de hardware e software do RoboDeck;
• Saber ler todos os conjuntos de sensores e operar todos os atuadores do RoboDeck (funcionalidade dos módulos).

Cursos com foco educacional

Tecnologia para sistemas embarcados – Código TSE01

Objetivo: Aprimorar conhecimentos teóricos e práticos a respeito de sistemas embarcados com foco na programação de micro-controladores e arquitetura de sistemas computacionais. Especificamente, tecnologias MSP430 da Texas Instruments e programação de sensores utilizando linguagem C/C++. O curso possui uma carga horária de oito horas de teoria e oito horas de parte prática (laboratório). A parte prática será dada em laboratório com a presença de gigas didáticas contendo os micro-controladores, gravadores de chip e notebooks com a licença do software para programação dos micro-controladores (ImageCraft IDE for ICC 430) e compilação (NoICE 430).
Diferencial: Aquisição, por parte do profissional, da bancada educacional modelo Curumim e do gravador de chip ao final das atividades do curso. Isto permitirá que o mesmo continue praticando e manipulando o conhecimento gerado em sala de aula. O que potencializa o aprendizado. Além disso, este profissional passará a fazer parte de um fórum na Internet que permite a ele ampliar a rede de relacionamentos e trocar informações técnicas com outros profissionais e com a equipe técnica da empresa.
Conteúdo: O curso está dividido em dois módulos. No primeiro módulo o foco é apresentar para o aluno o universo dos sistemas embarcados permitindo que ele tenha um entendimento de como aproveitar melhor o conteúdo do curso. Ajudar a alinhar os interesses dos alunos com a dinâmica do curso de aprendizagem. No segundo módulo é apresentar a questão da programação em C/C++ para embarcados, demonstrando noções das técnicas e formas de realizar o desenvolvimento dos sistemas.
Carga horária: 16 horas (2 dias).
Período: 08:00hs às 12:00hs e das 13:00hs às 17:00hs (8 horas por dia).
Turma: 08 profissionais.
Aula prática: Dois profissionais por grupo.
Pré-requisitos: Conhecimentos de programação em C/C++ e noções de eletrônica.
Público-alvo: Profissionais com formação nas áreas de computação, mecatrônica, eletrônica ou automação e controle. Que estejam buscando aprimorar suas aulas teóricas e práticas ou mesmo direcionar sua formação técnica para área de sistemas embarcados.
Competências desenvolvidas ao final do curso:
• Capacidade de programar os micro-controladores;
• Capacidade de compreender o processo de desenvolvimento de software embarcado;
• Capacidade de analisar um sistema embarcado e proceder modificações neste software;
• Capacidade de apoiar o desenvolvimento de projetos envolvendo software embarcado.

Programação para sistemas de monitoramento – Código PSM02

Objetivo: Aprimorar conhecimentos teóricos e práticos a respeito de sistemas embarcados aplicados em soluções de monitoramento com foco na programação de micro-controladores e arquitetura de sistemas computacionais. Especificamente, a aplicação do PIC da Microchip com a programação envolvendo sensores utilizando linguagem C/C++. O curso possui uma carga horária de 16 horas. A parte prática será ministrada com a presença de bancadas educacionais contendo o micro-controlador embarcado em um datalogger, gravador de chip e notebooks com a licença do software (MPLAB) para programação dos micro-controladores.
Diferencial: Aquisição, por parte do profissional, da bancada educacional modelo Open Monitor e do gravador de chip (Pickit3) ao final das atividades do curso. Isto permitirá que o mesmo continue praticando e manipulando o conhecimento gerado em sala de aula. O que potencializa o aprendizado.
Conteúdo: O curso está dividido em dois módulos. No primeiro módulo o foco é apresentar a arquitetura do sistema de monitoramento baseado em um datalogger e realizar a análise do software embarcado desse equipamento. No segundo módulo é apresentar a modelagem do sistema e realizar a parte prática do curso envolvendo a programação em C/C++ do algoritmo embarcado, do protocolo de comunicação e do configurador desktop, demonstrando noções das técnicas e formas de realizar o desenvolvimento desse sistema.
Carga horária: 16 horas (2 dias).
Período: 08:00hs às 12:00hs e das 13:00hs às 17:00hs (8 horas por dia).
Turma: 08 profissionais.
Aula prática: Dois profissionais por grupo.
Pré-requisitos: Conhecimentos de programação em C/C++.
Público-alvo: Profissionais com formação nas áreas de computação, mecatrônica, eletrônica ou automação & controle, que estejam buscando aprimorar seus conhecimentos em sistemas embarcados para monitoramento.
Competências desenvolvidas ao final do curso:
• Programar o micro-controlador PIC e o entendimento do aplicativo do configurador desktop;
• Capacidade de compreender o processo de comunicação entre configurador e datalogger;
• Compreender a modelagem de um sistema de monitoramento;
• Capacidade de apoiar o desenvolvimento de projetos envolvendo software embarcado.

Novas práticas para ensino de linguagem de programação – Código PEP03

Objetivo: Aprimorar conhecimentos teóricos e práticos na metodologia de ensino de linguagem de programação (C/C++). O enfoque será na utilização de dispositivos robóticos como ferramenta de auxilio em sala de aula, sendo utilizado neste curso o robô Curumim. O curso foi dividido em 4 horas de introdução e 12 horas focado nas laudas. A parte relacionada as laudas será dada em laboratório contendo robôs Curumim, notebooks com a IDE Curumim já instalada e material para consulta.
Conteúdo: Visa dois pontos fundamentais, o primeiro advém da necessidade de preparar os alunos do ensino médio técnico e de aprendizagem, a solucionar problemas na área da mecatrônica que envolverá não somente software, mas também hardware. O segundo é melhorar o desempenho dos alunos possibilitando uma curva de aprendizado mais acentuada. O curso fornece ao professor um número maior de ferramentas de trabalho para utilizar em sala de aula, melhorando significativamente o desempenho de seus alunos.
Carga horária: 16 horas (2 dias).
Período: 08:00hs às 12:00hs e das 13:00hs às 17:00hs (8 horas por dia).
Turma: 08 professores.
Aula prática: Dois professores por grupo.
Pré-requisitos: Nada consta.
Público-alvo: Professores do ensino médio técnico com formação nas áreas de computação, mecatrônica, eletrônica ou automação & controle. Que estejam buscando aprimorar suas aulas teóricas e práticas ou mesmo direcionar sua formação técnica para área de sistemas embarcados.
Competências desenvolvidas ao final do curso:
• Capacidade de utilizar robôs móveis e programação em blocos como uma ferramenta no aprendizado de lógica de programação;
• Capacidade de programar e ensinar C/C++ por meio de robôs;
• Capacidade de apoiar o desenvolvimento de projetos pedagógicos;
• Capacidade de elaborar competições e concursos robóticos para fins de ensino.

Cursos de longa duração

Programação para sistemas embarcados – Código PSI05

Objetivo: Aprimorar conhecimentos teóricos e práticos a respeito de sistemas embarcados com foco na programação de micro-controladores e arquitetura de sistemas computacionais. Especificamente, tecnologias ARM, PIC, MSP430, Arduino, e programação de sensores (bússola, GPS, acelerômetro, etc) utilizando linguagem C/C++. O curso possui uma carga horária de 84 horas, sendo 30 horas de teoria, 30 horas de parte prática (laboratório) e 24 horas de projeto prático. As aulas práticas serão dadas em laboratório com a presença de gigas didáticas contendo os micro-controladores com acionadores e sensores.
Conteúdo: O curso possui quatro módulos divididos em 14 dias com duração de seis horas por dia. Essas horas são divididas em aula teórica, aula prática em laboratório e aula de projeto prático. No primeiro módulo o foco é apresentar para o aluno o universo dos sistemas embarcados permitindo que ele tenha um entendimento de como aproveitar melhor o conteúdo do curso. Ajudar a alinhar os interesses dos alunos com a dinâmica do curso de aprendizagem. No segundo módulo é aprofundar-se na questão da programação em C/C++ para embarcados, demonstrando técnicas e formas de realizar o desenvolvimento dos sistemas. No terceiro módulo o foco é realizar a interação com a programação dos micro-controladores ARM9, MSP430 e PIC, além do Arduino. O objetivo do quarto módulo é aplicar na prática o aprendizado adquirido durante o curso, proporcionando um início de implementação de um projeto prático de curta duração de interesse do aluno. A proposta é que sejam equipes de duas pessoas que irão realizar um trabalho prático ao longo do período do curso.
Carga horária: 84 horas.
Período: 6 ou 8 horas por dia.
Turma: 16 alunos.
Aula em laboratório: Dois alunos por grupo.
Projeto prático: Dois alunos por grupo.
Pré-requisitos: Conhecimentos de programação em C/C++, C#, noções sobre sensores, atuadores e arduino.
Público-alvo: Jovem que esteja cursando um ensino médio técnico (último ano) ou mesmo graduação (a partir do terceiro ano) nas áreas de computação, mecatrônica, eletrônica ou automação e controle. Também podem participar pessoas formadas em cursos técnicos ou graduação nas áreas citadas anteriormente e que estejam buscando oportunidade de entrar no mercado de trabalho ou direcionar suas carreiras para área de sistemas embarcados. As avaliações serão por meio de prova prática em laboratório e análise do projeto prático.
Competências desenvolvidas ao final do curso:
• Capacidade de programar os micro-controladores;
• Capacidade de compreender o processo de desenvolvimento de software embarcado;
• Capacidade de analisar um sistema embarcado e proceder modificações neste software;
• Capacidade de apoiar o desenvolvimento de projetos envolvendo software embarcado.